quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Devocional (Mateus 7:21)




“Nem todo aquele que diz a mim: ‘Senhor, Senhor!’ entrará no Reino dos céus, mas somente o que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.” Mateus 7:21

É simples para muitos pensar que andar no Espírito Santo é algo que todos nós somos capazes de suportar, e estar em comunhão com Cristo é um ato fácil, ou só uma atitude que qualquer um pode tomar.
Engana-se quem pensa que somos dignos da graça de Deus, pois ela é na verdade um favor imerecido. Nenhum de nós foi, é ou será digno de ter o próprio Deus morrendo por nós em uma Cruz, mas Jesus fez tudo isso por amor. 

Louvar a Deus é muito mais do que merecemos, e estar na presença dEle é mais do que poderíamos imaginar de maravilhoso e prazeroso na vida. 

Nascemos e crescemos com visões coletivas da nossa cultura, sobre o que é bom e o que vale a pena. Mas Deus escolheu você para presenciar aquilo que nenhum bem na terra pode dar, e mesmo não sendo digno, por amor Ele te dá graça sobre graça. (João 1:26)

No tempo da minha vida em que passei conversando com Cristo, percebi que o que Ele espera de nós (Teus filhos amados, e não criaturas) é renúncia e sinceridade. 

Nada vale experimentar a presença de Deus, sem que haja renúncia do pecado em nossas vidas. E muito menos se arrepender sem um mísero perdão sincero. Deus conhece a intenção do nosso coração, e Ele sabe quem é sincero em dizer que irá renunciar o pecado, por amor.
Jesus é muito mais do que merecemos ter, o amor dEle é maior do que qualquer coisa e nada, nadinha de nada pode nos separar dEle. A única coisa que te afasta de Deus é o pecado, mas cabe a você escolher permanecer nas trevas ou não.

“Pois eu tenho a certeza de que nada pode nos separar do amor de Deus: nem a morte, nem a vida; nem os anjos, nem outras autoridades ou poderes celestiais ; nem o presente, nem o futuro; nem o mundo lá de cima, nem o mundo lá de baixo. Em todo o Universo não há nada que possa nos separar do amor de Deus, que é nosso por meio de Cristo Jesus, o nosso Senhor.” (Romanos 8:38-39)

Nenhum comentário:

Postar um comentário